Meus Devaneios Escritos

Blog criado em 16/ago/2012. Aqui você encontra uma miscelânea de pensamentos e sentimentos. Uma espaço para eu expor "Meus Devaneios Escritos" e compartilhar minhas ideias, opiniões acerca da vida, paixões, ... Seja muito bem-vindo(a). Entre e fique á vontade.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

A arte de ser leve = IMPERDÍVEL!!! Momento de Reflexão

Nem vou precisar escrever nada no MOMENTO DE REFLEXÃO
de hoje, pois o texto abaixo já diz TUDO.
Então, apenas desejo uma boa e agradável leitura.
E que o resultado seja extremamente proveitoso pra sua vida.
Achar que gentileza é supérfluo é miopia. Gentileza é qualidade de vida. Por um motivo simples: a vida é feita de relacionamentos. Vive melhor quem tem competência para se relacionar e faz parte dessa competência tratar o outro com civilidade e respeito."  (P.M. Forni)
A Arte de Ser Leve
A arte de ser leve, é um livro da jornalista Leila Ferreira, que aborda o tema da felicidade, de uma forma realista, bem diferente daquelas apresentadas nos comerciais de margarina, rsrsrsrs. Sendo assim, o livro retrata a felicidade e fala de uma leveza que convive com a angústia, a insegurança, a tristeza, dores e sofrimentos cotidianos e da precariedade da existência. 
Leila Ferreira examina também alguns dos comportamentos determinantes que nos desviam a atenção daquilo que realmente importa: a leveza, a delicadeza, a gentileza e a boa educação.
Afinal, vivemos com muita pressa, num ritmo desenfreado e frenético, buscando por sucesso, produtos e atividades que parecem não ter significado. Os outros viraram meios ou obstáculos que bajulamos ou atropelamos de acordo com a ocasião. 
Para elaborar o conteúdo do livro, a escritora fez uma pesquisa de campo, realizando diversas entrevistas com pessoas comuns, iguais á você. Além de profissionais, que também fazem parte da lista dos entrevistados e que lidam diariamente com a questão da felicidade, tais como filósofos, educadores, sociólogo, veterinário, etc.
Em “A Arte de Ser Leve”, Leila Ferreira alia informações científicas à observação para mostrar que o bom da vida é ir se livrando dos pesos da nossa alma.
O resultado não é um livro de receitas – nem de verdades. É apenas um caderno de anotações feitas a partir dessas conversas.
Confira a descrição do livro, nas palavras da própria Leila: "Atualmente a fila anda até para os problemas. Por isso, a leveza que proponho aqui é aquela que reconhece a existência das sombras e as incorpora. Aquela que admite que a vida é barra-pesadíssima e que nem sempre é possível ver um lado bom no que nos desgasta, nos amedronta, nos faz sofrer. Mas que, mesmo enquanto estivermos tristes, ansiosos ou deprimidos, possamos ser pessoas que não abrem mão da civilidade, da compaixão e do mínimo de elegância para conviver."

Abaixo outros trechos do livro:
Os antigos egípcios tinham uma crença interessante: achavam que, na longa viagem que os mortos enfrentariam até chegar a seu destino, seriam obrigados a participar de um ritual chamado pesagem da alma. Na cerimônia, presidida pelo deus Osíris, o morto fazia sua defesa e se declarava inocente de vários pecados. Em seguida, passava por uma prova: seu coração, considerado a sede da consciência, era colocado numa balança. Se pesasse mais que uma pena de avestruz, o morto estaria condenado a uma série de castigos e poderia até ser devorado por um monstro. Almas leves, em paz com a consciência, tinham a chance de seguir seu caminho e eventualmente chegar ao paraíso.
Responder a uma grosseria com outra é falta de imaginação e geralmente nos arrependemos depois. O que não quer dizer que devemos fazer papel de bobo ou de capacho. É importante sabermos nos impor e nos fazer respeitar, mas isso jamais equivale a sermos grosseiros. (P.M. Forni)
Diante da transitoriedade de tudo, complicar a vida é, no mínimo, falta de inteligência. E era exatamente disto que falava Mario Sergio Cortella em nossa conversa: da vida vivida com mais leveza e simplicidade. “Vida leve não é vida fácil nem superficial. É vida simples”, disse. “E simples não quer dizer pequeno, banal ou simplório. Simples é aquilo que é menos desgastante, que não esgota nossa energia. Posso ter uma vida simples em São Paulo, em Nova York ou na Ilha do Mel, assim como posso ter uma vida complicada em Caxambu, na Ilha do Mel ou em São Paulo.” Pergunto por que tem sido tão difícil viver com simplicidade. Quais têm sido os fatores de complicação? O filósofo acredita que o primeiro deles é a falta de sentido: muitas vezes não sabemos por que ou para que fazemos o que estamos fazendo.
Para degustar o prefácio do livro, clica AQUI
Se quiser assistir o vídeo com a palestra de Leila Ferreira,
Quando a educação sai de cena,
as relações se azedam.
O que está faltando é a Elegância existencial!!!!

42 comentários:

Ritinha disse...

Algo que me chama sempre a atenção, é o que descreveu, falta "simplicidade" por aí num todo. A tal evolução fez com que muitas pessoas se tornassem futeis e vazias, realmente sem sentido, vivendo trancadas num mundo irreal, de novelas e filmes.
Dificil demais!
Mas ainda existem grandes exceções, e nós somos uma dessas.
bjs
Excelente final de semana
Ritinha

Allê Monteiro disse...

Olá Sil??
Amei o texto,foi maravilhosa a leitura e se você não se importar, será que posso levar??
As pessoas hoje em dia estão pesadas,angustiadas,dando fora em todo mundo,...está faltando gentileza no falar e no agir.
Amei!!!
Obrigada pela indicação!!!
Allê Monteiro

Jhenifer Nunes disse...

que texto lindo Sil
a parte que mais me chamou a atenção foi sobre a lenda dos egipcios
e acho que mario sergio tem toda a razão
porq sera que pra nós é tão dificil levara vida com simplicidade?
lindo texto
beijooos

peequenavaidosa.blogspot.com.br

Sileni Machado disse...

Adorei o post, Silvana! Hj msm estava conversando com a minha mãe sobre isso, devemos viver com simplicidade e sempre digo ao meu marido que quem não tem bons relacionamentos não chega a lugar nenhum, a pessoa acaba se isolando e ainda se faz de vítima pq desenvolve a síndrome do "ninguém me ama!" rs
Bjs querida e um ótimo final de semana pra vc! ♥
www.viveraprendendo.com

Cristiane Marino disse...

Oi Sil, adoro esse livro, li no ano passado durante uma viagem e estou sempre relendo alguns trechos.
Ótima dica!
Bjs e bom final de semana

Meire disse...

Oi Silvana,

penso muito nisso, na minha cidade temos um passeio próprio para os pedestres atravessarem, não tem sinal é só pararmos quando alguém está esperando para atravessar, e raramente vejo as pessoas pararem. Esse livro vai em cima da mosca, adoraria lê-lo.

Bejim.

Agata Maria de Carvalho disse...

Oiiii mae quanto tempo comecei meu estagio pra postar esta dificil mais tudo vai se ageitar....
Bom post o seu mamis te adoro.

Silvana Haddad disse...

Ritinha:
Realmente algumas pessoas vivem num mundo de ilusão, onde o que é fútil tomou o lugar do que é útil e agradável.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Allê:
Você não consegue levar o texto, porque meu blog é imune a cópias, rsrsrs.
Mas me envia um e-mail que eu disponibilizo o texto pra você com o maior prazer.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Pois é Jhenifer:
Parece que complicar tudo, é uma tendência do ser humano.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Sileni:
Creio que colocar a culpa nos outros pelos problemas alheios, é a pior coisa que alguém pode fazer.
Isso realmente provoca um afastamento, pois ninguém quer conviver com um chato.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Cris:
É o típico livro que merece releitura, né.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Meire:
Achei o livro tão incrível, que pensei até em promover um sorteio com ele aqui no blog.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Oi filhota:
Senti mesmo sua falta.
Mas imaginei que era por causa dos estudos.
Bjs.:
Sil

Dalila Pinheiro disse...

Oi Sil,
Que texto lindo e que super indicação de livro!
É verdade que a fila anda até para os problemas! Amei! Perfeito!!
Obrigada amiga por compartilhar!
Bjs

Gracita disse...

Olá Silvana
Um belo texto minha querida! Gostei muito da indicação. E tua resenha está perfeita.
Beijos

☆Lu Cavichioli disse...

Oi Sil, tudo a ver com a postagem do Coluna quando falei da arbitrariedade e do abuso de poder.

Tem gente sim que nos trata com muita falta de respeito e grosserias também. Eu ficou tiritando em cima do salto, mas me equilibro e tento reverter a situação dialogando de boa.
Se a pessoa participar dessa minha atitude de civilidade, beleza. Senão... Um abraço e eu to fora.

Adorei a indicação do livro, dica excelente. E sua resenha está um primor.

Beijo grandão de saudade
correrias do trabalho me impedem de ir e vir e também de escrever e ler. Mas eu vou dar um jeito de organizar tudo.

Bom fim de semana querida

Lu C.

Silvana Haddad disse...

Dalila:
Gostei da frase = a fila anda, até para os problemas, rsrsrsrs.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Gracita:
Nem pensei em resenha, quando publiquei o post.
Mas agradeço o elogio.
A minha ideia era apenas compartilhar algo que além de me chamar a atenção, creio que é uma lição a ser praticada por todos que querem ter qualidade de vida e boas relações interpessoais.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Lu:
Tem horas que precisamos soltar o nosso lado "ZEN", antes de soltar os cachorros, descer do salto e partir pra ignorância, né.
Pois tem pessoas que tiram até um monge budista, do sério, rsrsrsrsrs.
Bjs.:
Sil

Zizi Santos disse...

Oi Silvana
esse livro não conhecia, mas gosto muito das palestras do Mario Sergio Cortella.
e dele lembro uma frase: "A vida é muito curta para ser pequena"
Eu creio que se pensarmos assim :
Seremos leves, Seremos gentis, Seremos amorosos

beijo grande
Zizi

Silvana Haddad disse...

Zizi:
Não conheço o Mario, mas pela frase, já dá pra imaginar que as palestras devem ser bem interessantes.
Bjs.:
Sil

RUDYNALVA disse...

Silvana!
O liveo parece interessantíssimo, gosto quando podemos apreciar a alegria em sua forma livre, sem forçar a barra, apenas pela felicidade de se viver um bom momento. Acredito que o livro fale disso... Fiquei bem interessada!

Quanto ao sorteio lá no blog, seu comentário deve ser na postagem mesmo, não tem outra referente a pergunta, é para validar a participação, ok? Será um prazer tê-la por lá e obrigada por seguir o blog.

Que dia cheio de alegria! Receber sua visita trouxe felicidade, obrigada! Quando puder, retorne, estarei de braços abertos para acolher sua atenção!
Desejo um final de semana repleto de carinho e paz!
cheirinhos
Rudy
BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!
"A busca de Deus é a busca da alegria. O encontro com Deus é a própria alegria."

Silvana Haddad disse...

Oi Rudy:
Então minha participação já tá valendo pois comentei na postagem certa.
Agora vou ficar na torcida pra ganhar.
Bjs.:
Sil

Luma Rosa disse...

Oi, Silvana!!
Olha que texto bacana... Eu conheci o professor Forni por causa do texto "Tempo de Delicadeza", pelo comentário da Regina Rozenbaum. Depois consegui ainda ler algumas coisas sobre ele... Se você ainda não conhece o blogue da Regina, vai lá!! Ela é das nossas :D das que procuram a leveza e descomplicação do dia a dia, sem necessariamente perseguir a felicidade a todo custo. Quando temos essa ansiedade, a de "achar" a felicidade nas coisas e nas pessoas, tudo fica artificial. O bom da vida é agregar para nós as coisas boas através do respeito à nossa essência e boa convivência.
Acredito nessa pesagem da alma a que os egípcios antigos adotavam - a minha mãe foi enterrada no Egito, sabia? Na ocasião de seu falecimento contei no blogue da maratona de funerais que tive de participar. A família da minha mãe metade mora lá - não houve a pesagem da alma, mas a minha mãe era daquelas pessoas francas que não gosta de ser portadora de segredos. Eu também não gosto, mas guardo muitos... vou fazer o quê, se aszamigas confiam? Esses segredos nos pesam a alma.. mas também nos gratificam, vai entender?
Bom fim de semana!!

Silvana Haddad disse...

Nossa Luma:
Que coisa interessante você me contou.
Quer dizer que o funeral da sua mãe foi no Egito???
Esse é um lugar que eu gostaria muito de ter a oportunidade de conhecer.
Bjs.:
Sil

Claudee Teixeira disse...

Sil que super indicação "... mesmo enquanto estivermos tristes, ansiosos ou deprimidos, possamos ser pessoas que não abrem mão da civilidade, da compaixão e do mínimo de elegância para conviver"... esta é uma lição que aprendi com um professor de educação física qdo tinha 16 anos e desde então eu a pratico não é fácil... mas o resultado é muito gratificante.

Sil uma semana abençoada a você
Bjkinhas
Claudee

Beatriz Paulistana disse...

Bom dia Silvana!!!
Parece realmente uma excelente dica de leitura.
Amodorei!!!
Bjokas...da Bia!!!

Bru Souza disse...

oi Sil, ótima dica. Eu já li o livro e também gostei muito. Como você disse, o livro é um conjunto de relatos, não um caderninho de receita ou verdades absolutas.
beijos
http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br

Silvana Haddad disse...

Claudee:
Uma lição sábia e que deve ser praticada pra que as relações sejam amigáveis e saudáveis.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Olá Beatriz:
Bom saber que você curtiu a minha dica.
Boa semana.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Oi parceira:
Que legal você já ter lido e principalmente, gostado do livro.
Boa semana.
Bjs.:
Sil

Augusto Sperchi disse...

Oi Silvana! Sua resenha é uma aula de história sobre a mitologia egípcia! Já conhecia bastante dela e sua indicação de leitura me trouxe mais saber ainda. Obrigado por compartilhar.
Abraços!

Patricia Galis disse...

Que delicia de post Sil, até pq acho que uma vida sem gentilezas não é vida. Gostei demais da forma de pensar da escritora e vou adquirir o livro sim, fiquei pensando sobre o coração pesar mais que uma pena de avestruz quem sairia livre hoje em dia? Bom para refletir e muito....

Silvana Haddad disse...

Oi Augusto:
Seu comentário alegrou meu dia.
Aliás, sua opinião é super importante, pois você tem um conhecimento invejável.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Olá Patrícia:
Também achei incrível a forma como a escritora abordou o tema.
Foi de uma leveza impecável.
Bjs.:
Sil

Ariana Mariela Wolf disse...

Oi Sil! Desculpa pelo sumiço, mas aconteceram tantas coisas!
Adorei o texto. É lindo e verdadeiro.

Beijos.
http://arianaviajante.blogspot.com.br/

Silvana Haddad disse...

Olá Ariana:
Só espero que sejam coisa agradáveis, rsrsrsrs.
Bjs.:
Sil

Luma Rosa disse...

Minha mãe queria ser enterrada conforme as tradições que seus pais ensinaram, mas quando ela ficou doente, foi ficar com minha irmã em Campos do Jordão. Fez muitas amizades nessa cidade. A minha mãe era uma mulher de carisma incrível! Quando ela faleceu, tivemos que fazer o funeral em Campos do Jordão, depois em Pouso Alegre/Minas Gerais - a cidade em que ela construiu sua vida com meu pai, depois seguiu para o Egito, onde seus pais estão enterrados. Fiquei tão cansada desse ritual todo que senti um alívio quando a minha mãe foi definitivamente recomendada ao Pai Eterno e tudo isso aconteceu em um espaço de um semana. Fiquei tão vexada com isso que já pedi que quero ser cremada.
Beijus,

Silvana Haddad disse...

Luma:
Realmente você fez uma maratona.
Pior que num momento de muita tristeza, né.
Também pretendo ser cremada e desejo que tudo seja breve, pra tentar aliviar o sofrimento de quem fica.
Bjs.:
Sil

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Seria uma indelicadeza (aguda) não passar por aqui depois do seu convite, antes tarde do que nunca...
Sou favorável à gentileza e, desde que entrei na net, tenho batido na mesma tecla sobre o tema...
Na vida real, tenho me saído muito bem pois, com a aposentadoria, tudo se torna mais sereno e vivo mais light em todos os sentidos...
Como fica mais bonita a vida com a troca de educação (gentileza)!!!
Vc sempre nos oferece um banquete com os seus posts bem preparados e temas relevantes...
Bjm de paz e bem

Silvana Haddad disse...

Rosélia:
Quanta gentileza em suas palavras.
Como o mundo seria melhor se mais pessoas passarem a contribuir com gestos delicados e gentis, né.
Bjs.:
Sil

Eu faço parte

Banner atualizado - 2016!
Agenda dos Blogs - Blog de divulgação de blogs
Banner atualizado em 29 de janeiro de 2014!!!
Agenda dos blogs
http://agendadosblogs.blogspot.com.br/

Enquete Nº 01 - 01/set/2013

Enquete Nº 01 - O que você mais aprecia em um blog?

Conteúdo

29 votos – 90%

Blogagens Coletivas

03 votos – 9%

Dicas

03 votos – 9%

Organização

09 votos – 23%

Sorteios

ZERO

Visual

06 votos – 8%

Outras opções

01 voto – 3%

Enquete Nº 02 - 01/out/2013

Enquete Nº 02 - O que mais te irrita ao acessar um blog?

Conteúdo irrelevante

01 voto – 5%

Acesso difícil

15 votos – 75%

Desorganização

01 voto – 5%

Excesso de imagens / Poluição visual

05 votos – 25%

Repetição de fotos

01 voto – 5%

Outras opções irritantes

03 votos – 15%

Enquete Nº 03 - 01/dez/2013

Enquete Nº 03 - O que é mais importante ter num blog?

Conteúdo variado e interessante

15 votos – 88%

Culinária (Receitas)

02 votos – 11%

Boas imagens

05 votos – 29%

Dicas de decoração

01 voto – 5%

Dicas gerais

03 votos – 17%

Beleza & Moda

03 votos – 17%

Poesias & Poemas

03 votos – 17%