Meus Devaneios Escritos

Blog criado em 16/ago/2012. Aqui você encontra uma miscelânea de pensamentos e sentimentos. Uma espaço para eu expor "Meus Devaneios Escritos" e compartilhar minhas ideias, opiniões acerca da vida, paixões, ... Seja muito bem-vindo(a). Entre e fique á vontade.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Percepção da solidão



Uma mulher entra no cinema, sozinha. Acomoda-se na última fila. Desliga o celular e espera o início do filme. Enquanto isso, outra mulher entra na mesma sala e se acomoda na quinta fila, sozinha também. O filme começa.

Charada: qual das duas está mais sozinha?

Só uma delas está realmente sozinha: a que não tem um amor, a que não está com a vida preenchida de afetos. Já a outra foi ao cinema sozinha, mas não está só, mesmo numa situação idêntica a da outra mulher. Ela tem uma família, ela tem alguém, ela tem um álibi.

Muitas mulheres já viveram isso - e homens também. Você viaja sozinha, almoça sozinha em restaurantes, mas não se sente só porque é apenas uma contingência do momento - há alguém a sua espera em casa. Esta retaguarda alivia a sensação de solidão. Você está sozinha, não é sozinha.

Então de repente você perde seu amor e sua sensação de solidão muda completamente. Você pode continuar fazendo tudo o que fazia antes - sozinha - mas agora a solidão pesará como nunca pesou. Agora ela não é mais uma opção, é um fardo.

Isso não é nenhuma raridade, acontece às pencas. Nossa percepção de solidão infelizmente ainda depende do nosso status social. Se você tem alguém, você encara a vida sem preconceitos, você expõe-se sem se preocupar com o que pensam os outros, você lida com sua solidão com maturidade e bom humor. No entanto, se você carrega o estigma de solitária, sua solidão triplicará de tamanho, ela não será algo fácil de levar, como uma bolsa. Ela será uma cruz de chumbo. É como se todos pudessem enxergar as ausências que você carrega, como se todos apontassem em sua direção: ela está sozinha no cinema por falta de companhia! Por que ninguém aponta para a outra, que está igualmente sozinha?

Porque ninguém está, de fato, apontando para nenhuma das duas. Quem aponta somos nós mesmos, para nosso próprio umbigo. Somos nós que nos cobramos, somos nós que nos julgamos. Ninguém está sozinho quando curte a própria companhia, porém somos reféns das convenções, e quando estamos sós, nossa solidão parece piscar uma luz vermelha chamando a atenção de todos. 
Relaxe. A solidão é invisível. Só é percebida por dentro.
Martha Medeiros
Deixo 2 links de sugestão, que abordam o mesmo tema = SOLIDÃO
Bjs.:

10 comentários:

Calu B. disse...

Silvana,
achei que o tema vem de encontro à última BC do Christian, onde muitas participantes focaram o assunto: solidão/sermos sós ou estarmos sós.
Perspectivas próprias , mas que escapam ao domínio particular e alcançam o público, mesmo que a contragosto, rotulando-as preconceituosamente.
Ambas as situações de solitude requerem percepção aprofundada e resolução para sua aceitação, ou não...
Um tema intrigante e interminável.
Boa noite aí.
Bjkas,
Calu

Silvana Haddad disse...

Clau:
Curti seu comentário, afinal é uma percepção realista e inteligente sobre esse tema.
Bjs.:
Sil

Jussara Neves Rezende disse...

Muito bacana a reflexão. Concordo. Eu raramente me sinto só, pois gosto muito de minha própria companhia... ;)
Abraço,
Jussara - minasdemim.blogspot.com

Silvana Haddad disse...

Jussara:
Também sou como você, aprecio minha companhia e por isso, difícil me incomodar com momentos de solidão.
Bjs.:
Sil

Luma Rosa disse...

Oi, Silvana!
Existe a opção para estar só consigo mesma e existe a imposição da solidão. Mas não acho que ter algum compromisso com alguém, priva a pessoa de sentir solidão. Se é um sentimento e não uma condição, você não sendo compreendida pela pessoa que ama, também pode sentir solidão. Bem dizem que existe a solidão compartilhada!
:)
Beijus,

Silvana Haddad disse...

Pois é, Luma:
Por isso que a sabedoria popular fala sobre se sentir só em meio a uma multidão.
É uma sensação que ninguém gosta, por isso gostei da forma como a Martha abordou o assunto.
Solidão por opção é suportável, agora quando é por falta de afeto, de compreensão ou imaturidade, aí a situação complica, né.
Bjs.:
Sil

Dalila Pinheiro disse...

Oi Sil,
É a mais pura verdade, a solidão não deve ser sinônimo de sofrimento mas oportunidade de aquietamento...
bjs

Cristiane Marino disse...

Oi Sil, gostei muito do post.
As pessoas confundem solidão com solitude. Solitude é um estar sem a companhia de outras pessoas, mas estar bem consigo mesma e saber usar criativamente esses momentos. Solidão pode ser a ausência de vida interior, mesmo que rodeada de pessoas, pode se sentir sozinha.
A frase da Martha é ótima, sempre com humor...
Bjs

Silvana Haddad disse...

Dalila:
Seu comentário foi bastante perspicaz e eu concordo com cada palavra.
Bjs.:
Sil

Silvana Haddad disse...

Cris:
A Martha é o máximo, uma das minhas escritoras preferidas.
Bjs.:
Sil

Eu faço parte

Banner atualizado - 2016!
Agenda dos Blogs - Blog de divulgação de blogs
Banner atualizado em 29 de janeiro de 2014!!!
Agenda dos blogs
http://agendadosblogs.blogspot.com.br/

Enquete Nº 01 - 01/set/2013

Enquete Nº 01 - O que você mais aprecia em um blog?

Conteúdo

29 votos – 90%

Blogagens Coletivas

03 votos – 9%

Dicas

03 votos – 9%

Organização

09 votos – 23%

Sorteios

ZERO

Visual

06 votos – 8%

Outras opções

01 voto – 3%

Enquete Nº 02 - 01/out/2013

Enquete Nº 02 - O que mais te irrita ao acessar um blog?

Conteúdo irrelevante

01 voto – 5%

Acesso difícil

15 votos – 75%

Desorganização

01 voto – 5%

Excesso de imagens / Poluição visual

05 votos – 25%

Repetição de fotos

01 voto – 5%

Outras opções irritantes

03 votos – 15%

Enquete Nº 03 - 01/dez/2013

Enquete Nº 03 - O que é mais importante ter num blog?

Conteúdo variado e interessante

15 votos – 88%

Culinária (Receitas)

02 votos – 11%

Boas imagens

05 votos – 29%

Dicas de decoração

01 voto – 5%

Dicas gerais

03 votos – 17%

Beleza & Moda

03 votos – 17%

Poesias & Poemas

03 votos – 17%